-Publicidade-

Tereza Cristina: ‘Produtores não são desmatadores’

Ministra da Agricultura sai em defesa do setor agropecuário e garante que ele vai crescer pós-pandemia
A ministra da Agricultura, Tereza Cristina | Foto: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL
A ministra da Agricultura, Tereza Cristina | Foto: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL | A ministra da Agricultura, Tereza Cristina | Foto: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL

Ministra da Agricultura sai em defesa do setor agropecuário e garante que ele vai crescer pós-pandemia

Tereza Cristina
A ministra da Agricultura, Tereza Cristina
Foto: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, saiu ontem em defesa dos produtores rurais brasileiros. Conforme ela, apesar das falsas narrativas, o setor se preocupa com o meio ambiente. “É reconhecido que mais de 90% dos produtores nacionais não são desmatadores”, observou em entrevista ao jornal O Globo, ao mencionar um levantamento da revista Science, que apontou desmatamento em até 20% da soja produzida na Amazônia. “Estamos estudando a pesquisa para saber que dado ela pegou, como fez esse cruzamento, e ver se aqueles números são os corretos”.

Leia também: 5 argumentos a favor do agronegócio brasileiro

Além disso, Tereza destacou que a agropecuária é uma das que menos sofreu impacto em razão do coronavírus. “Ela conseguiu ter uma supersafra e já temos os indicativos do pós-pandemia que mostram: devemos crescer um pouco a nossa produção, em torno de 3%. Se a pandemia estiver caminhando para diminuir daqui para a frente, as coisas vão entrando nos eixos nesse setor”, garantiu. A ministra também comentou a regularização fundiária e que defende celeridade nesse processo, hoje lento em razão da “orquestração nas críticas internacionais feitas à política ambiental adotada no Brasil”.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. As narrativas vindas do exterior quanto ao “descaso” do Brasil com o meio ambiente, só ecoa graças a um bando de ignorantes alienados e/ou cidadãos de mau-caráter que as utilizam para proveitos próprios. É o caso específico de quem é venal e ganha dinheiro para isso, a imprensa é um exemplo junto com escritores, músicos, artistas, sociólogos, filósofos, cientistas sociais, …. que se aproveitam dessas narrativas para terem suas fontes de receitas.
    Nesse cenário de limitados e traidores, a pecha de destruirmos o meio ambiente e a cultura de povos que, segundo eles, tem interesse em viver primitivamente, essa última opção motivo de teses, doutorados, pesquisas e mais, de serem, em suma, utilizados como peças de museus, mantém o País preso ao fundo da capacidade cognitiva e da maldade da esquerdopatia, quer seja a Nacional ou a promovida pela ONU e suas instituições correlatas.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.