Tesouro Direto: investimentos dobram em 4 anos

O valor aplicado por pessoas físicas se aproxima de R$ 100 bilhões

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Ao todo, o país possui mais de 21 milhões de pessoas físicas cadastradas no Tesouro Direto
Ao todo, o país possui mais de 21 milhões de pessoas físicas cadastradas no Tesouro Direto | Foto: Divulgação

Os investimentos no Tesouro Direto — um programa do governo federal desenvolvido em parceria com a Bolsa de Valores para aplicação por meio da venda de títulos públicos — se aproxima de R$ 100 bilhões, segundo o relatório do Tesouro Nacional divulgado na terça-feira 25.

No mês passado, o valor aumentou 2%, em comparação com agosto. Os investimentos em títulos públicos nunca superaram a marca de R$ 100 bilhões. Em 2018, o valor investido era de pouco mais de R$ 54 milhões. Há dez anos, o montante não chegava nem a R$ 10 bilhões.

O estoque aumentou quase 30% só de janeiro a setembro deste ano, alta similar registrada em todo o ano de 2021. O crescimento da aplicação em títulos públicos coincide com o período de alta na taxa básica de juros, a Selic. O Banco Central (BC) subiu os juros para 13,75% ao ano, para controlar a alta inflação em 2022.

-Publicidade-

Ao aumentar a taxa, os investimentos em renda fixa ficam mais atrativos, porque são mais seguros e têm menor volatilidade que os de renda variável, como a Bolsa de Valores, por exemplo.

O estoque do Tesouro Direto deve ter o maior crescimento anual em 2022 desde 2016, quando subiu 60%. Naquele ano, a Selic terminou aos 14% ao ano.

Do total investido no Tesouro Direto, 41% estão atrelados ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país. Em segundo lugar, estão os títulos corrigidos pela Selic, com proporção de 30%.

Ao todo, o Brasil possui mais de 21 milhões de pessoas físicas cadastradas no Tesouro Direto. Desse total, apenas 2 milhões estão ativos, ou seja, que possuem saldo em aplicações.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.