-Publicidade-

Justiça restabelece volta às aulas presenciais no Estado de São Paulo

Cronograma estadual determina que escolas particulares podem retornar presencialmente na segunda-feira 1º de fevereiro e as estaduais no dia 8
Rossieli Soares avisou que não permitirá que escolas particulares retomem atividades antes que as públicas em setembro | Foto: Senado Federal
Rossieli Soares avisou que não permitirá que escolas particulares retomem atividades antes que as públicas em setembro | Foto: Senado Federal | volta às aulas, estado de são paulo, rossieli soares, educação
volta às aulas, estado de são paulo, rossieli soares, educação
O secretário da Educação do Estado de São Paulo, Rossieli Soares | Foto: Senado Federal

Nesta sexta-feira, 29, a liminar que impedia a volta às aulas no Estado de São Paulo foi derrubada. Geraldo Francisco Pinheiro Franco, presidente do Tribunal de Justiça do Estado, declarou que a decisão sobre o cronograma para o retorno das atividades escolares não pode ser tomada pelo Judiciário.

“O Poder Judiciário não dispõe de elementos técnicos suficientes para a tomada de decisão equilibrada e harmônica e desconhece o panorama geral de funcionamento das estruturas públicas de todo o Estado de São Paulo”, escreveu o magistrado em seu despacho.

O cronograma estadual determina que as escolas particulares podem retornar presencialmente na segunda-feira 1º de fevereiro e as estaduais no dia 8. Por meio das redes sociais, o secretário da Educação do Estado de São Paulo, Rossieli Soares, anunciou que as escolas reabrirão suas portas na próxima semana.

Leia também: “Aritmética contra a histeria em torno da covid”

 

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês