-Publicidade-

Ex-ministro de Lula apoiará candidato do PSOL em São Paulo

Ex-ministro de Lula apoiará candidato do PSOL em São Paulo.
Celso Amorim, mesmo filiado ao PT, vai votar em Boulos, do PSOL | Foto: Montagem/Revista Oeste
Celso Amorim, mesmo filiado ao PT, vai votar em Boulos, do PSOL | Foto: Montagem/Revista Oeste | Celso Amorim, Guilherme Boulos, Luiza Erundina, PT, PSOL, Lula, Jilmar Tatto, eleições 2020

Ex-chanceler Celso Amorim declarou voto na chapa formada por Guilherme Boulos e Luiza Erundina, deixando clara a inexpressividade da candidatura petista

Celso Amorim, Guilherme Boulos, Luiza Erundina, PT, PSOL, Lula, Jilmar Tatto, eleições 2020
Celso Amorim, mesmo filiado ao PT, vai votar em Boulos, do PSOL | Foto: Montagem/Revista Oeste

Ex-ministro das Relações Exteriores do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, Celso Amorim parece não se importar com fidelidade partidária.

Filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) do ex-chefe, ele declarou seu voto na chapa de Guilherme Boulos e Luiza Erundina nas eleições de São Paulo. Ou seja, vai apoiar o PSOL.

Da mesma maneira que ele, nomes de peso da esquerda brasileira têm demonstrado apoio a Boulos, como Chico Buarque, Luís Fernando Veríssimo e André Singer.

Aparentemente, a candidatura do petista Jilmar Tato é tão inexpressiva que sequer é lembrada pelos próprios membros históricos do partido.

Boulos, inclusive, comemorou o apoio de Amorim nas redes sociais:

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

10 comentários

  1. Notícia desnecessária. Colocar essas duas figuras no site da revista apenas promove quem deveria ser considerado irrelevante. Está na hora do conservadorismo acordar e parar de promover gratuitamente a esquerda.

  2. Nossa, que coisa extraordinária, gente. O anão Celso Amorim que ajudou a carrear nosso dinheiro para ditadores companheiros é mesmo uma sumidade eleitoral.

  3. Essa é a figura que denigre o atual ministro de relações exteriores porque seria uma indicação de Olavo de Carvalho, polemico filósofo conservador. E apoia Guilherme Boulos, sujeito sem conhecida qualificação a não ser a de ativista invasor de propriedade alheia, de prédios públicos e agitações populares violentas. Que princípios de relações internacionais tem esse tal Amorim, com essas escolhas?

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês