Alemanha: ‘Agora, o gás é um recurso escasso’, diz ministro

O governo afirma que a 'situação é séria' e, por isso, ativou o nível de alerta em todo o país
-Publicidade-
O país está no meio de uma ‘crise’ do fornecimento de gás, segundo o ministro da Economia, Robert Habeck
O país está no meio de uma ‘crise’ do fornecimento de gás, segundo o ministro da Economia, Robert Habeck | Foto: Divulgação

O governo da Alemanha ativou nesta quinta-feira, 23, o nível de alerta do plano de contingência de gás, por causa da oferta reduzida no país.

De acordo com o plano, esse nível indica uma interrupção no fornecimento de gás ou uma demanda excepcionalmente alta, levando a uma deterioração significativa da situação de abastecimento do combustível. No entanto, o mercado ainda é capaz de lidar com essa demanda.

A informação foi divulgada pelo ministro da Economia, Robert Habeck. “A situação é séria”, disse Habeck. “O estrangulamento do fornecimento é um ataque econômico de Putin contra nós”, disse, referindo-se ao presidente russo.

-Publicidade-

A principal prioridade agora é encher os tanques de armazenamento de gás, segundo Habeck. Fornecedores alternativos devem ser procurados, e as energias renováveis ​​serão expandidas. Além disso, os alemães deverão reduzir o consumo de energia.

“Estamos em uma crise de energia. O gás é agora uma mercadoria escassa. Os preços já estão altos e temos de nos preparar para novos aumentos”, explicou o ministro.

O nível de alerta é o segundo dos três níveis do plano de emergência. O mais alto seria o chamado nível de emergência.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Governo incompetente não é exclusividade brasileira. Ter uma única opção de fornecedor de um item básico para a sobrevivência, ou não ter opções viáveis a este item básico é inadmissível. Parabéns aos alemães! Vão preencher mais um capítulo do livro ‘As piores decisões da história’.

  2. Depois de muitos anos se entregando à conversa das ONGs para fechar usinas nucleares, que ao contrário do que muitos desconhecem é considerada energia de baixo impacto a Alemanha vai ter que recorrer a combustíveis fósseis para não morrer de frio! Ângela Merkel que decepção!!!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.