Bélgica isola detentos após surto de covid-19 em prisão

Mais da metade dos 132 detidos e cerca de 60 funcionários de um total de 115 testaram positivo
-Publicidade-
A variante britânica do coronavírus é a mais dominante na Bélgica
A variante britânica do coronavírus é a mais dominante na Bélgica | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

A Bélgica colocou em quarentena a prisão de Namur, no sudeste do país, devido à pandemia do coronavírus e confinou os prisioneiros em suas celas, informou a administração da penitenciária neste sábado, 27. Mais da metade dos 132 detidos e cerca de 60 funcionários de um total de 115 testaram positivo desde a descoberta de um primeiro caso na semana passada. Um dos detentos foi hospitalizado, disse a porta-voz do governo, Kathleen De Vijver. “A situação é muito séria”, afirmou. O governo decidiu confinar os presos em suas celas e instituir uma quarentena preventiva, além de distribuir produtos de higiene e uma refeição quente por dia. No entanto, eles estão privados de caminhadas e visitas e não podem mais ter acesso aos chuveiros. A variante britânica do coronavírus apareceu no final de 2020 e agora é a mais dominante na Bélgica, razão por que as autoridades pediram cautela ontem, sexta-feira 26, diante dos primeiros indícios de aceleração da epidemia. As informações são do G1.

Leia também: “Coreia do Sul: o caminho do meio no combate à pandemia”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.