Capitão pesqueiro norte-coreano é executado por ouvir rádio estrangeira no mar

Marinheiro foi condenado à morte depois de admitir que ouviu transmissões do exterior
-Publicidade-

Marinheiro foi condenado à morte depois de admitir que ouviu transmissões do exterior

Capitão, Coreia do Norte, Kim Jong-Un
O líder norte-coreano, Kim Jong-Un, ordenou o aumento da atividade pesqueira no país | Foto: Reprodução/Flickr

Um capitão pesqueiro norte-coreano foi executado em público por ouvir uma estação de rádio estrangeira proibida. De acordo com informações da Radio Free Asia (RFA), o marinheiro foi condenado à morte depois de admitir que ouviu as transmissões do exterior por mais de 15 anos.

-Publicidade-

O homem teria captado as ondas sonoras de rádios estrangeiras enquanto estava no mar ouvindo noticiários. Segundo fontes ouvidas pela RFA, o capitão do barco, conhecido como Choi, foi executado por um pelotão de fuzilamento na frente de 100 outros trabalhadores da pesca.

Leia também: “Coreia do Norte constrói muro para impedir propagação do coronavírus”

Choi, que era dono de uma frota de mais de 50 navios, teria confessado que um de seus tripulantes o entregou às autoridades em uma base na cidade portuária de Chongjin. O capitão estava pescando para o governo de Kim Jong Un, que ordenou aos norte-coreanos que aumentassem a pescaria no país em meio à escassez de alimentos.

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro