China ataca EUA e não renova credenciais de jornalistas

Medida eleva tensão diplomática entre os dois países
-Publicidade-
O presidente da China, Xi Jinping | Foto: DIVULGAÇÃO/CREATIVE COMMONS
O presidente da China, Xi Jinping | Foto: DIVULGAÇÃO/CREATIVE COMMONS | O presidente da China, Xi Jinping | Foto: DIVULGAÇÃO/CREATIVE COMMONS

Medida eleva tensão diplomática entre os dois países

china
O presidente da China, Xi Jinping | Foto: DIVULGAÇÃO/CREATIVE COMMONS
-Publicidade-

O Partido Comunista da China parou de renovar as credenciais de imprensa dos correspondentes norte-americanos que trabalham no país asiático. Na semana passada, cinco profissionais de quatro veículos não conseguiram realizar a renovação anual. O visto de trabalho é diretamente vinculado a essa autorização. No lugar do documento, receberam uma carta que os permite trabalhar e morar no país por dois meses, até o dia 6 de novembro. Conforme o governo chinês, a medida é uma resposta contra a decisão dos EUA, tomada em maio deste ano, de restringir por 90 dias jornalistas da agência de notícias Xinhua. A empresa é suspeita de espionagem.

Leia também: “China é a maior violadora de leis em águas internacionais, garante secretário de Estado dos EUA”

Além disso, as autoridades comunistas garantiram que os correspondentes estrangeiros precisarão carregar as cartas consigo o tempo todo. E que os avais poderão ser revogados a qualquer momento. Os jornalistas David Culver, da CNN, e Jeremy Page, do Washington Post, e o fotojornalista Andrea Verdelli, da Getty, estão entre os afetados, além de dois repórteres da Bloomberg. Hua Chunying, porta-voz principal do Ministério das Relações Exteriores da China, informou que a pasta “ficaria feliz em continuar sua excelente cooperação com os jornalistas americanos. Mas apenas se os jornalistas chineses forem tratados com justiça nos Estados Unidos”.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comments

  1. É impossível conviver com bandidos sem aceitar ser roubado!
    O PCC chinês, desde Mao Tse Tung, o causador do maior assassinato já visto, trata seu povo como escravos do comunismo.
    Sistema de corruptos, que juntam em seu cerne o que não presta da humanidade.
    O ideal seria lavar essa corja dos territórios nacionais que resistem a eles.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site