China quer controlar estudos sobre origem do coronavírus

A China impôs restrições para a publicação de de pesquisas acadêmicas sobre a origem do coronavírus, de acordo com diretivas do governo central que foram divulgadas na internet e posteriormente apagadas.
-Publicidade-
Foto: Steve Buissinne/Pixabay
Foto: Steve Buissinne/Pixabay | Censura

Toda pesquisa científica sobre o tema deve passar pelo controle do governo chinês

Censura
Foto: Steve Buissinne/Pixabay
-Publicidade-

A China impôs restrições para a publicação de pesquisas acadêmicas sobre a origem do coronavírus, de acordo com diretivas do governo central divulgadas na internet e posteriormente apagadas.

Sob essa nova política, todos os trabalhos acadêmicos sobre a covid-19 estarão sujeitos a verificação antes de ser permitida a publicação. Estudos sobre a origem do vírus vão receber uma atenção extra e deverão ser aprovados diretamente pelo governo central, de acordo com a CNN.

Um cientista de Hong Kong, que colaborou com pesquisadores do continente na publicação de uma análise clínica dos casos de coronavírus em uma revista médica internacional, afirmou que isso não acontecia em fevereiro.

Essa política aparece ser o último esforço do governo chinês para controlar a narrativa sobre a origem da pandemia do coronavírus, que deixou mais de 100 mil mortos e 1,7 milhão de infectados desde que surgiu na cidade de Wuhan, em dezembro.

Sobre esse veto, David Hui Shu-cheong, especialista em medicina respiratória da Universidade Chinesa de Hong Kong, afirmou que seus colegas de universidades da China continental não encontravam nenhuma dificuldade em publicar pesquisas acadêmicas da área médica até então.

“Não sei se fizeram isso porque algum pesquisador publicou algo considerado sensível para os chineses. Não tenho certeza se isso é por causa da controvérsia sobre a origem do vírus. Coisas que não era sensíveis acabam se tornando sensíveis”, afirmou Shu-cheong para a CNN.

Para um cientista chinês que não quis se identificar, esse controle acaba tirando a credibilidade dos estudos científicos do país. “É importante que a comunidade internacional perceba que agora existem obstáculos entre a pesquisa científica séria e a publicação final”, concluiu.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site