China suspende importação de carne de dois frigoríficos brasileiros

China suspende importação de carne de dois frigoríficos brasileiros
-Publicidade-
Mercado de carne pode ter sido novo foco de disseminação do coronavírus na China | Foto: qgadrian/Pixabay
Mercado de carne pode ter sido novo foco de disseminação do coronavírus na China | Foto: qgadrian/Pixabay | china, lockdown, anxin, coronavírus, covid-19

Os abatedouros da BRF em Lajeado (RS) e da JBS em Três Passos (RS) foram atingidos

china, lockdown, anxin, coronavírus, covid-19
Ao todo, cinco frigoríficos brasileiros já tiveram a autorização suspensa | Foto: qgadrian/Pixabay

A China suspendeu neste sábado 4 a importação de carne suína de dois frigoríficos brasileiros. De acordo com a Administração Geral de Alfândegas do país (GACC), os abatedouros da BRF em Lajeado (RS) e da JBS em Três Passos (RS) foram retirados da lista de plantas autorizadas a vender ao país, de acordo com informações do Valor Econômico.

-Publicidade-

Leia também: Ministério da Agricultura suspendeu a autorização para que a carne de frango produzida na JBS, em Passo Fundo (RS), seja exportada à China

Os dois abatedouros registraram casos de covid-19 entre funcionários. Ao todo, cinco frigoríficos brasileiros já tiveram a autorização suspensa.

Embora não existam evidências de que os alimentos possam transmitir o vírus, o país asiático aumentou o controle sobre as importações com o intuito de evitar uma segunda onda de contaminação da doença.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Conversinha para boi dormir. A verdade é que querem fazer pressão para o preço da arroba abaixar. E vão comprar por intermédio de Hong Kong e Tailândia. Jogada manjada que a imprensa brasileira nãi informa, como sempre.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.