Coca-Cola muda sede regional da Argentina para o Brasil

Empresa informa que a medida faz parte de um processo de reorganização
-Publicidade-
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Twitter
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Twitter | O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Twitter

Empresa informa que a medida faz parte de um processo de reorganização

coca cola
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Twitter
-Publicidade-

A Coca-Cola anunciou que vai transferir para o Rio de Janeiro o escritório administrativo que mantém em Buenos Aires. Segundo a empresa, a companhia está passando por uma reorganização de sua estrutura para acelerar a estratégia de crescimento. Contudo, não informou quando a mudança ocorrerá. “Na América Latina, a reorganização implica a criação de três novas zonas que substituirão a estrutura atual [que opera em Buenos Aires] e funcionarão com as equipes globais. A Argentina está integrada na nova estrutura do sul da região, que inclui Brasil, Paraguai, Uruguai, Chile e Bolívia”, garantiu a empresa, em comunicado publicado no Twitter, na quarta-feira 30. Além disso, a Coca-Cola esclareceu que não está abandonando o país. Não haverá mudanças, por exemplo, na produção, embalagem e distribuição nacionais, conforme anunciou.

Leia também: “Cresce a lista de empresários que estão de saída da Argentina”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site