Colombiano é 1º paciente não terminal a realizar eutanásia na América Latina

O colombiano pleiteou duas vezes o direito à interrupção da vida
-Publicidade-
O colombiano Víctor Escobar ao lado da esposa em vídeo divulgado nas redes sociais
O colombiano Víctor Escobar ao lado da esposa em vídeo divulgado nas redes sociais | Foto: Reprodução/Twitter

O colombiano Víctor Escobar, 60, tornou-se nesta sexta-feira 7 uma das primeiras pessoas sem uma doença terminal a realizar a eutanásia na América Latina, informou o jornal colombiano El Tiempo.

Ele possuía doença pulmonar obstrutiva crônica e hipertensão, além de sequelas de dois acidentes vasculares cerebrais e um acidente de carro que sofreu ao longo da vida.

A Colômbia é o único país latino-americano onde o direito à interrupção da vida é legalizado. A norma, regulamentada há sete anos, permitia inicialmente que apenas pacientes terminais pudessem realizar a eutanásia. Mas uma decisão de julho do ano passado ampliou o direito para abranger os que sofrem de enfermidades não curáveis.

-Publicidade-

“Direito a uma morte digna”

Víctor Escobar, que realizou o procedimento na sexta, era pai de quatro filhos. Ele agradeceu a todos que o apoiaram. “A nossa luta quer garantir que pacientes como eu, que não são terminais, mas tem condições degenerativas, possam ter direito a uma morte digna”, disse. “Obrigado a todos os colombianos que, de uma forma ou de outra, nos deram apoio e confiança para seguir adiante”.

O colombiano pleiteou duas vezes o direito à interrupção da vida. Na primeira, em 2020, foi negado pelo comitê responsável pela permissão, devido ao fato de o procedimento ser assegurado somente para pacientes com doenças terminais.

Quando a Corte Constitucional expandiu os beneficiados pelo direito, ele solicitou novamente e recebeu resposta positiva.

Escobar, que morreu às 21h20 do horário local (23h20 em Brasília), decidiu doar os órgãos.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.