Começa hoje a Convenção Nacional do Partido Republicano

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu contra-atacar pesado seus opositores
-Publicidade-
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em evento de apoiadores em Las Vegas | Foto: GAGE SKIDMORE/FLICKR
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em evento de apoiadores em Las Vegas | Foto: GAGE SKIDMORE/FLICKR | O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em evento de apoiadores em Las Vegas | Foto: GAGE SKIDMORE/FLICKR

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu contra-atacar pesado seus opositores

começa
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em evento de apoiadores em Las Vegas
Foto: GAGE SKIDMORE/FLICKR

Depois da ofensiva democrata na semana passada, chegou a vez do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, contra-atacar os opositores. Nesta segunda-feira, 24, inicia-se a Convenção Nacional do Partido Republicano. Sem revelar muitos detalhes, a legenda promete bater pesado nos rivais e pôr Trump e sua família sob a luz dos holofotes. Conforme a imprensa norte-americana, o planejamento dos programas, previstos para durar duas horas e meia, começou logo depois do anúncio do cancelamento da convenção presencial, em julho. As transmissões iniciam-se às 21h30 e terminam à meia-noite, pelo horário de Brasília. Os Republicanos destinaram 30 minutos a mais em sua programação que os Democratas.

-Publicidade-

A estratégia de Trump é reafirmar compromissos perante o eleitorado, a exemplo do apoio ao livre mercado, a luta contra o socialismo e a valorização das liberdades individuais. Além disso, o presidente deve ressaltar os pontos positivos do governo, sobretudo na economia, como o baixo índice de desemprego pré-pandemia (era 3,7% e, atualmente, está em 10,2%). Trump também planeja passar a imagem de segurança para conduzir os EUA ao pós-covid-19. Também irá desconstruir a narrativa dos democratas, que instrumentalizaram o coronavírus contra o presidente. Obama, por exemplo, culpou Trump pelas mortes em razão do patógeno. Entre outras acusações, o Partido Democrata afirmou que o presidente é trevas e Joe Biden, a luz.

Participações ao vivo

Também haverá participações ao vivo. Ainda que a sede oficial da convenção seja a cidade de Charlotte, na Carolina do Norte, um palco foi montado na capital americana, onde vários discursos serão feitos, garante o jornal The New York Times. Há a expectativa de público no local. Vão discursar por Trump personalidades, como Dana White, presidente dos torneios de luta UFC; Larry Kudlow, conselheiro econômico da Casa Branca; e o ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani, advogado de Trump e figura central no processo do impeachment. Do meio político, são esperados discursos do secretário de Estado, Mike Pompeo, e da ex-embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley. Além disso, haverá também os “democratas pró-Trump”.

Leia “Obamagate: pior que Watergate”, artigo de Ana Paula Henkel publicado na edição n° 22 de Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.