-Publicidade-

Conferência dos Bispos da Itália é contra projeto de lei que criminaliza a homofobia

Entidade afirma que lei pode acabar restringindo a liberdade religiosa
Foto: CEI/Divulgação
Foto: CEI/Divulgação | CEI - contra - criminaliza - homofobia

A CEI afirmou que o projeto de lei que está no Parlamento pode atingir a liberdade religiosa e de expressão

CEI - contra - criminaliza - homofobia
Foto: CEI/Divulgação

A Conferência Episcopal Italiana (CEI), principal órgão da Igreja Católica no país, afirmou que é contra a proposta que criminaliza a homofobia que está em discussão no Parlamento.

Para os bispos italianos, a lei não é necessária e que “existem já adequadas salvaguardas com as quais é possível prevenir e reprimir cada tipo de comportamento violento ou de perseguição”, informa a agência de notícias italiana Ansa.

Veja também: “Alexandre Borges: ‘A Igreja Católica não é socialista'”

A CEI aponta que esse lei pode acabar restringindo a liberdade de expressão e pode mesmo atingir a liberdade religiosa. A Igreja Católica é publicamente contra uniões homossexuais, que vai contra os seus dogmas.

Embora seja contra essas uniões, a Conferência Episcopal fez questão de afirmar que é contra qualquer tipo “tratamentos prejudiciais, ameaças, agressões, lesões, atos de bullying e stalking”.

Mais: “Basílica de São Pedro volta a receber visitantes”

O relator da lei, o deputado Alessandro Zan do Partido Democrático, contestou a CEI, afirmando que a lei é necessária, visto que a Itália é o país da União Europeia que garante menos proteção nas leis para a população LGBT.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Gosto quando tem divergencias a respeito de como se deve governar a Italia entre o Partido Comunista Italiano (sim ,o tal sr.Zan e´do PD – terceira mudança de nome do PCI )- e o Vaticano do gesuita-peronista-Bergoglio. Ele ajudou a colocar o aluno-gesuita Sr. Conte na Presidencia do Conselho dos Ministros e acha que quem deveria mandar e´ele junto com o Ministro do Exterior ,Di Maio,(ex vendedor de refrigerantes nos estadios) do Partido 5S fundado pelo comico B.Grillo e que o apoia. Se sabe que a Italia sempre foi laboratorio de alquimia politica mas quatro legislaturas(4) sem eleições e´demais! E´tentativa de feitiçaria!Esses cretinos querem impurrar a Italia num abismo igual a Grecia.O Trio Frau Merkel,Van der Leien e Lagarde se obstinan para a italia se endevidar com a BCE. Esquecem que a Italia tem uma divida de 2.400 bilhoes de Euros mas tem reservas de 1.700 bilhoes. Para ela pagar 700 bilhoes ,e ficar livre de dividas, não e´nenhuma dificuldade. Estas brigas de sacristia não servem para Italia! Que o Bergoglio,a CEi et congregationes se limitem a receber os Lulas,os Fernandez,os Maduros os Morales et caterva e deixem a italia em paz. Pax vobiscum et cum spiritu tuo,viu CEI et Bergoglio !

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês