Revista Oeste - Eleições 2022

Coreia do Sul lança primeiro satélite em foguete espacial

Fabricação foi 100% nacional
-Publicidade-
Foguete Nuri, lançado pela Coreia do Sul | Foto: Reprodução/Redes sociais
Foguete Nuri, lançado pela Coreia do Sul | Foto: Reprodução/Redes sociais

O governo da Coreia do Sul lançou nesta terça-feira, 21, o seu primeiro satélite em um foguete espacial. A espaçonave chamada de Nuri é de fabricação nacional e decolou da estação de Goheung às 4 horas da manhã (horário de Brasília).

“A estrada da Coreia do Sul para o espaço foi inaugurada”, afirmou Yoon Suk Yeol, presidente do país, em uma coletiva de imprensa, depois do lançamento. “Agora, o sonho e a esperança de nosso povo coreano e de nossos jovens vão alcançar o espaço.”

O lançamento de Nuri acontece depois de outra tentativa de decolagem, que deu errado, em outubro de 2021. O foguete estava sendo construído havia cerca de dez anos e custou 2 trilhões de wons (pouco mais de R$ 8 bilhões).

-Publicidade-

Toda a estrutura da espaçonave foi dividida em três partes, pesando 200 toneladas e medindo pouco mais de 47 metros de comprimento. Em outubro do ano passado, as etapas do lançamento funcionaram corretamente, o que elevou o Nuri a 700 quilômetros de altura. Contudo, não foi possível colocar o satélite em órbita.

Além do satélite principal, outros quatro menores também foram lançados. Todos foram desenvolvidos por universidades nacionais. O país deseja fazer outros quatro envios, iguais ao de hoje, até 2027. A Coreia do Sul foi a última a fazer parte do grupo dos países asiáticos com capacidade para lançar os próprios foguetes. Agora, o país quer monitorar uma crescente ameaça nuclear e de mísseis da Coreia do Norte.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. E o Brasil com todo esse potencial não consegui desenvolver o nosso veículo espacial. É o que dá a falta de investimento sério e desenvolvimento das ciências e da educação em geral.

    1. É que nós fizemos a OPÇÂO eleitoral de CUIDAR DE BANDIDOS…cuidar de gente vagabunda.
      Fizemos essa opção desde 1980…ao cair no conto da Esquerdalha socialista…
      CAIMOS OU NÃO CAIMOS NESSE CONTO DO VIGÁRIO??!
      Gastamos uma NOTA preta cuidando de vagabundos…os mesmos vagabundos que assassinam estudantes e trabalhadores por causa de Boné, celular, moto, carro.
      Patria que cuida de bandidos e tranqueiras com carinho e ESMAGA AS PESSOAS HONESTAS.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.