Indiano detido após tomar 11 doses de vacina contra covid. E quer mais

Brahmdeo Mandal, de 85 anos, garante que o excesso de doses fez bem para sua saúde
-Publicidade-
Brahmdeo Mandal (Foto reprodução família Mandal)
Brahmdeo Mandal (Foto reprodução família Mandal)

Brahmdeo Mandal, um indiano de 85 anos, foi detido ao tentar tomar a 12a dose de vacina contra coronavirus. Carteiro aposentado, Mandal tomou as primeiras nove doses usando sua identidade e o número de seu celular. Para as outras três, usou métodos alternativos, como o título de eleitor e os números de celulares de sua mulher e amigos. A cada dose, ele dizia que não tinha tomado ainda a vacina.

Os registros de cada vacina no diário de Brahmdeo Mandal (Foto: reprodução família Mandal)

Mandal, que vive no Estado de Bihar, no norte da Índia, garante que o excesso de doses fez bem para sua saúde. “Minha dor nas costas melhorou, minha fraqueza geral melhorou e meu apetite aumentou”, declarou, segundo o New York Times. “E ainda quero mais.” Mandal, não revelou as marcas das vacinas que tomou.

-Publicidade-
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.