-Publicidade-

Líder do Irã proíbe vacinas dos Estados Unidos e Reino Unido

Segundo Ali Khamenei, os imunizantes dos dois países não são confiáveis
Ali Khamenei não confia nas vacinas ocidentais
Ali Khamenei não confia nas vacinas ocidentais | Foto: Reprodução/Flickr

O líder do Irã, Ali Khamenei, anunciou nesta sexta-feira, 8, que a importação de vacinas norte-americanas e britânicas contra a covid-19 está proibida no país, ao mesmo tempo em que exaltou o imunizante que está sendo desenvolvido por cientistas iranianos.

Segundo Khamenei, as vacinas desses dois países não são confiáveis. “Não é improvável que eles queiram contaminar outras nações”, afirmou, em pronunciamento transmitido pelas emissoras iranianas.

“Se a fábrica da Pfizer pode produzir qualquer vacina, os Estados Unidos (EUA) devem primeiro consumi-la eles próprios para que em 24 horas não tenham 4 mil mortes. O mesmo vale para o Reino Unido”, afirmou Khamenei.

O aiatolá se referia à alta contagem diária de óbitos registrada nos EUA na quinta-feira 7, e à variante do coronavírus que desencadeou uma nova onda de infecções em solo britânico e se espalhou para outros países.

Leia também: “Irã retoma enriquecimento de urânio e viola acordo nuclear”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês