Vacina ‘do Butantan’ continua sendo ‘made in China’

São Paulo recebe mais 2 milhões de doses do imunizante feitas em solo chinês
-Publicidade-
| Foto: Willian Moreira/Estadão Conteúdo
| Foto: Willian Moreira/Estadão Conteúdo | | Foto: Willian Moreira/Estadão Conteúdo

São Paulo recebe mais 2 milhões de doses do imunizante feitas em solo chinês

doria anuncia que vacinação
O governador de São Paulo, João Doria | Foto: Willian Moreira/Estadão Conteúdo

João Doria, governador de São Paulo, anunciou a chegada de um novo carregamento da CoronaVac fabricado na China. Serão 2 milhões de doses do imunizante que devem aterrissar no aeroporto internacional de Guarulhos na sexta-feira 18. Segundo Doria, a carga irá compor o estoque da “vacina do Butantan”. “É o maior carregamento de vacina que chega ao continente latino-americano de uma só vez: 2 milhões de doses”, comemorou o político. “Com esse novo lote, São Paulo passa a ter, a partir de amanhã, três milhões e 120 mil doses da vacina do Butantan.”

-Publicidade-

Leia também: “Vacina chinesa ou do Butantan?”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários

  1. se a vacina chegou da china, vindo de avião… por que o Butantan enviou para a china para que eles trouxessem de volta?

    não duvide da minha/nossa inteligência, meu senhor!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro