Criação de empregos nos EUA desacelera em setembro

Ao todo, 194 mil vagas de trabalho foram criadas, o menor número desde dezembro de 2020
-Publicidade-
Estados Unidos ainda se recuperam da pandemia do coronavírus
Estados Unidos ainda se recuperam da pandemia do coronavírus | Foto: Reprodução/Unsplash

Os Estados Unidos criaram empregos em ritmo mais lento do que o esperado em setembro. Ao todo, foram geradas 194 mil vagas de trabalho no mês passado, o menor número desde dezembro de 2020 e abaixo dos 366 mil postos criados em agosto deste ano. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira, 8, pelo Departamento do Trabalho.

O setor de lazer liderou a geração de empregos, adicionando 74 mil vagas. Os serviços profissionais e comerciais, por sua vez, contribuíram com 60 mil, enquanto o varejo criou 56 mil novos postos de trabalho. Pelo menos 2,7 milhões de pessoas estão sem trabalho há seis meses ou mais. A quantidade de desempregados está em 7,7 milhões.

A desaceleração na criação de empregos nos Estados Unidos ressalta a vulnerabilidade da economia em virtude da pandemia do novo coronavírus.

-Publicidade-

Leia também: “Biden pede que empresas ‘exijam’ vacinação contra covid-19”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.