-Publicidade-

Domingo é marcado por protestos da direita em Viena

Cinco mil manifestantes pediram o fim do 'lockdown' e a reabertura da economia do país
População vive o terceiro confinamento desde o início do surto de coronavírus
População vive o terceiro confinamento desde o início do surto de coronavírus | Foto: Divulgação/Twitter

No domingo 31, 5 mil pessoas bateram de frente com a polícia em Viena, capital da Áustria. O confronto se deu no local onde estava marcado um protesto de movimentos de direita capitaneado pelo Partido da Liberdade. A manifestação, contra as medidas de isolamento social, havia sido proibida porque o país se encontra sob lockdown, decretado pelo governo em 26 de dezembro de 2020. É o terceiro confinamento desde o início do surto de coronavírus. Serviços “não essenciais” e o comércio estão fechados, com grande número de pessoas sem trabalhar. A reivindicação do movimento é a reabertura imediata da economia.

Leia também: “O fracasso do lockdown”, reportagem publicada na Edição 45 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês