Fernández promete legalizar o aborto na Argentina

"A penalização fracassou como política", afirmou o presidente peronista
-Publicidade-
O presidente da Argentina, Alberto Fernández, é amigo de Lula | Foto: DIVULGAÇÃO/INSTAGRAM/ALBERTO FERNÁNDEZ
O presidente da Argentina, Alberto Fernández, é amigo de Lula | Foto: DIVULGAÇÃO/INSTAGRAM/ALBERTO FERNÁNDEZ | O presidente da Argentina, Alberto Fernández, é amigo de Lula | Foto: DIVULGAÇÃO/INSTAGRAM/ALBERTO FERNÁNDEZ

“A penalização fracassou como política”, afirmou o presidente peronista

fernández
O presidente da Argentina, Alberto Fernández, é amigo de Lula
Foto: Divulgação/Instagram/Alberto Fernández

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, comprometeu-se a legalizar o aborto no país. “A penalização [da prática] fracassou como política”, escreveu ele no Twitter, na segunda-feira 28, ao mencionar que mulheres morrem em razão do interrompimento clandestino da gravidez. “Ratifico meu compromisso de legalizar o aborto, garantir o acesso aos serviços de saúde e implementar a lei com eficácia”, acrescentou o peronista. No entanto, não deu detalhes sobre a iniciativa, que terá de ser aprovada no Congresso. A nova configuração do Parlamento argentino obriga Fernández a negociar. Isso porque nem o bloco kirchnerista nem a bancada macrista têm maioria.

-Publicidade-

Leia também: “Fernández torna públicos documentos sigilosos da inteligência argentina”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

8 comentários

      1. A seguir o raciossímio desse cara teríamos de acabar com o encarceramento humano. Fechar as cadeias, porque prisão como política penal nunca acabou com os crimes.

  1. Aos argentinos, infelizmente, o desastre que o peronismo, vai continuar causando na Argentina, será mais uma demonstração, de que o Brasil, está no caminho certo.

    Apesar, de todas as dificuldades que temos, estamos em uma trilha de prosperidade.

    Haverá, sem dúvida, efeitos colaterais no Brasil, com a quebra da Argentina, pois é um importante parceiro comercial.

    Em breve, além do êxodo das empresas, haverá o dos cidadãos argentinos, que logo precisarão de um porto mais seguro, para fugir desta crise humanitária que se aproxima.

  2. O país atravessando uma das piores crises já vivida, em vias de entrar em colapso social total, e o digníssimo poste, quer dizer, “presidente” preocupado com aborto !!!!

  3. Incrível e ridículo como seres humanos que se dizem alfabetizados obedecem a ordens absurdas daqueles que ele próprio escolheu para REPRESENTÁ-LO sem qualquer questionamento! Esse comportamento nem Freud explica!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site