Galáxias em ultra-alta definição

Ondas de rádio permitem que os astrônomos observem detalhes que não chegam até nós através da luz
-Publicidade-
Buraco negro no centro de uma galáxia solta jatos de material pelo espaço | Foto: R Timmerman/Lofar
Buraco negro no centro de uma galáxia solta jatos de material pelo espaço | Foto: R Timmerman/Lofar

Astrônomos estão usando as ondas de rádio emitidas por galáxias para conseguir imagens inéditas do chamado “espaço profundo”. Segundo a BBC, esse avanço é conseguido pela conexão de mais de 70 mil pequenas antenas espalhadas por nove países europeus. 

“Inteligência artificial pode ajudar a diagnosticar demência antes de qualquer sintoma”

As ondas de rádio permitem que os astrônomos observem detalhes que não chegam até nós através da luz. Os pesquisadores acreditam que essa técnica vai transformar nossa compreensão de como as galáxias se desenvolvem.  

-Publicidade-

Regiões do espaço que são escuras aos nossos olhos brilham intensamente através das ondas de rádio. O processo de captação, digitalização e combinação de imagens, coordenado pela doutora Leah Morabito, da Universidade Durham, no Reino Unido, durou seis anos de trabalho. 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro