Herdeiro da Samsung é condenado a dois anos e meio de prisão

Jay Y. Lee foi considerado culpado de suborno, apropriação indevida e dissimulação de receitas
-Publicidade-
Jay Y. Lee é o empresário mais poderoso da Coreia do Sul
Jay Y. Lee é o empresário mais poderoso da Coreia do Sul | Foto: Reprodução/Twitter

Um tribunal sul-coreano sentenciou nesta segunda-feira, 18, o vice-presidente do conselho de administração da Samsung, Jay Y. Lee, a dois anos e meio de prisão, o que pode atrasar a reestruturação acionária do grupo após a morte do pai dele, em outubro.

Lee, o empresário mais poderoso da Coreia do Sul, cumpriu um ano de prisão por subornar uma autoridade ligada ao ex-presidente Park Geun-hye, mas um tribunal de apelações suspendeu o processo em 2018. Um ano depois, a Suprema Corte ordenou que o executivo, de 52 anos, fosse julgado novamente.

O Tribunal Superior de Seul considerou Lee culpado de suborno, apropriação indevida e dissimulação de receitas no valor de cerca de 8,6 bilhões de wons (US$ 7,8 milhões) e disse que o comitê independente de compliance criado pela Samsung no início do ano passado ainda não entrou em vigor.

-Publicidade-

Leia também: “Samsung investe em robô para tarefas domésticas”

Com informações do Estadão Conteúdo

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.