Joe Biden pede que postos sejam investigados pelo preço da gasolina

A Casa Branca quer saber se as empresas de petróleo e gás estão ou não aumentando artificialmente o valor dos combustíveis
-Publicidade-
Em um ano, o preço da gasolina aumentou 60% nos Estados Unidos
Em um ano, o preço da gasolina aumentou 60% nos Estados Unidos | Foto: Justin Sullivan/Barron's

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, pediu à Federal Trade Commission (FTC, órgão de proteção ao consumidor americano) que investigue os aumentos no preço da gasolina.

Atualmente, o valor do combustível é o mais caro nos EUA dos últimos sete anos. A Casa Branca quer saber se as empresas de petróleo e gás estão ou não aumentando artificialmente o preço da gasolina. A informação é do jornal econômico norte-americano Barron’s.

Até ontem, a gasolina estava, em média, em US$ 3,41 o galão, um aumento de 60% desde o ano passado, segundo a Associação Automobilística Americana.

-Publicidade-

Na carta encaminhada à FTC, o presidente pediu que o órgão verifique se as empresas estão ludibriando os americanos ao praticar na bomba elevações de preços maiores do que as computadas pelos preços no atacado.

Biden também observou que as grandes empresas petrolíferas estão obtendo altos lucros e reembolsando os acionistas com bilhões de dólares em dinheiro. A carta insinua que as empresas estão gerando parte desses lucros por cobrar a mais dos consumidores.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Só o Baiden que não sabe. O culpado é o Bolsonaro. Por que ele foi visitar países árabes? Justamente para planejar uma onda de aumentos no mundo todo!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.