Na Argentina, cuidado materno vira trabalho e assegura aposentadoria a 155 mil mulheres

Governo peronista sustenta que a medida vai corrigir 'distorções de gênero'
-Publicidade-
País tem quase 50% da população desempregada
País tem quase 50% da população desempregada | Foto: Divulgação/Frente de Todos e Diputados Argentina

O governo da Argentina passou a considerar o cuidado materno como trabalho. Dessa forma, 155 mil mulheres que saíram do mercado para se dedicarem aos filhos receberão aposentadoria. É o que estabeleceu o Programa Integral de Reconhecimento de Tempo de Serviço por Tarefas Assistenciais, da Administração Nacional de Seguridade Social do país. A informação foi antecipada pelo jornal La Nación, na quarta-feira 21. Também têm direito as trabalhadoras com carteira assinada que recorreram à licença-maternidade. O Poder Executivo sustenta que a medida vai “reparar desigualdades de gênero”.

Enquadram-se na iniciativa estatal mulheres com 60 anos ou mais que não completaram os trinta anos de atuação  necessários para se aposentar. A medida admite somar: 1) um ano de aporte por filho, como regra geral; 2) dois anos por filho, em caso de adoção de uma criança ou adolescente menor de idade; 3) dois anos, cas se trate de um filho com deficiência; 4) três anos caso tenha recebido o Benefício Universal por filho por 12 meses, consecutivos ou não. O benefício mensal é destinado a pais ou responsáveis que estejam desempregados ou tenham baixa renda.

A oposição criticou a medida ao afirmar que é eleitoreira e vai prejudicar o sistema de aposentadorias do país.

-Publicidade-

Leia também: “Governo argentino abre licitação para compra de 10 mil pênis de madeira”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site