Nestlé rebate crítica de Zelensky e justifica permanência na Rússia

Multinacional se manifestou depois de presidente ucraniano pedir que empresas suíças interrompessem operações russas
-Publicidade-
Presidente Zelensky pressionou empresas suíças para deixarem operação na Rússia
Presidente Zelensky pressionou empresas suíças para deixarem operação na Rússia | Foto: Reprodução/Ukrinform

No domingo 20, a Nestlé se manifestou para justificar a manutenção de suas atividades na Rússia, em tempos de conflito na Ucrânia. Com sede na Suíça, a companhia multinacional ainda rebateu as acusações do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, de se concentrar nos lucros e ignorar as consequências da guerra.

No último sábado, num discurso transmitido ao vivo a uma multidão do lado de fora do Parlamento suíço, em Berna, Zelensky incentivou empresas do país a interromperem seus negócios com a Rússia. O presidente ucraniano ainda criticou as companhias que continuaram no país e destacou a Nestlé.

No domingo, um porta-voz da Nestlé manifestou que muitas das atividades da empresa já foram suspensas na Rússia. No entanto, serviços considerados essenciais seguem em funcionamento.

-Publicidade-

“Nós reduzimos muito as nossas atividades na Rússia”, disse o porta-voz da Nestlé à agência de notícias AFP. “Suspendemos todas as importações e exportações, com exceção de produtos essenciais. Interrompemos os nossos investimentos na Rússia e cessamos todas as nossas atividades publicitárias.”

“Não temos qualquer lucro das nossas operações restantes na Rússia”, acrescentou o representante da empresa suíça. “O fato de fornecermos produtos alimentícios essenciais à população, como outras empresas no setor da alimentação, não significa que continuemos as nossas atividades como antes.”

Em 11 de março, a Nestlé anunciou a suspensão da entrega de certos produtos à Rússia. No entanto, certas necessidades, como comida para bebês e cereais, ficaram isentas dessa suspensão.

“Estamos fazendo o possível na Ucrânia e nos países vizinhos para ajudar a aliviar essa catástrofe humanitária”, afirmou a porta-voz. “Os nossos colegas na Ucrânia estão fazendo tudo o que conseguem para ajudar a população com doações de comida. Somos uma das poucas empresas de alimentação que ainda estão ativas na Ucrânia e conseguimos distribuir comida até em Kharkiv”, concluiu, em citação a uma das cidades mais atingidas pelo conflito até o momento.

Nas últimas semanas, a empresa já havia se manifestado oficialmente sobre o conflito. Em um comunicado assinado pelo CEO, Mark Schneider, em 2 de março, a Nestlé se comprometeu a dar todo o apoio possível a seus funcionários na região.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. A Ucrânia tem na sua bandeira o símbolo dos vencedores, basta ver a sua bandeira do país uma pombinha com um raminho verde na boca,(lembrando o sinal de vida na terra no pós dilúvio da arca de Noé), é da Paz e Vida, além do ser Líder Zelenski ser judeu. Coragem e fé não lhes faltam. Deus seja com todos seus habitantes ! Amém 🙏

  2. SEM PRETENSÃO DE ELOGIAR PUTIN, O PRESIDENTE ZELENSKY ESTÁ AGINDO COMO UM DEMAGOGO IRRESPONSÁVEL, PERMITINDO O SOFRIMENTO DE SEU POVO. DEVERIA RENUNCIAR, PARA QUE A RÚSSIA POSSA INVESTIGAR O FUNCIONAMENTO DOS LABORATÓRIOS QUÍMICOS QUE FUNCIONAM NA UCRÂNIA, QUE SÃO DO CONHECIMENTO DOS ESTADOS UNIDOS, SEGUNDO DENÚNCIA FEITA NO PARLAMENTO AMERICANO. É DE LEMBRAR QUE O LABORATÓRIO DE WUHAN NA CHINA, DE ONDE ESCAPOU O VÍRUS CORONA, ERA DO PLENO CONHECIMENTO AMERICANO.

    1. Exatamente!! E não só do conhecimento americano, tinha participação e investimentos deles também, nessa guerra não tem santo de nenhum dos lados, esse zelenski é um fantoche da Otan e se estivesse mesmo preocupado com seu povo, já teria dado um jeito, mas a permanência da guerra é vantajoso para o titio bidê e para os globalistas, eles estão lucrando muito e desviando o ovo do desastre dos democratas no governo, lembram das eleições do meio do ano nos EUA? Eles estão para ser aniquilados pelos republicanos e tudo que puderem usar como cortina de fumaça, vão usar, mesmo uma guerra onde a única vítima é o povo inocente.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.