-Publicidade-

ONG resgata cachorros de comércio de carne chinês

Partido Comunista continua permitindo o abate e venda de cães
Foto: Divulgação/ONG Nenhum Cão Deixado Para Trás
Foto: Divulgação/ONG Nenhum Cão Deixado Para Trás | Foto: Divulgação/ONG Nenhum Cão Deixado Para Trás

Partido Comunista continua permitindo o abate e venda de cães

ong resgata cachorros de
Entre 10 e 20 milhões de cachorros são abatidos todo ano para comércio | Foto: Divulgação/ONG Nenhum Cão Deixado Para Trás

Dezenas de cachorros cujo destino seria virar almoço de chinês foram resgatados pela ONG Nenhum Cão Deixado Para Trás. Ontem, 34 animais ganharam um lar na cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Neste sábado, 28, mais 45 chegaram ao Estado norte-americano para serem adotados. De acordo com o jornal The New York Post, a organização sem fins lucrativos atua desde 2017 para salvar os animais de mortes cruéis e torturantes. Dados oficiais informam que, no país oriental, entre 10 e 20 milhões de cachorros são abatidos todo ano para comércio. Tradicionalmente, a China promove festivais de consumo de carne de cães. Apesar do coronavírus, o Partido Comunista continua permitindo a prática.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês