-Publicidade-

Papa Francisco inicia fundo para ajudar países mais pobres

De acordo com comunicado, Papa designou US$750 mil em fundos como contribuição inicial. Ele pediu também às entidades e dioceses da Igreja que contribuam o máximo possível.
Foto: Equador/Flickr
Foto: Equador/Flickr

Valor arrecadado será distribuído principalmente para o combate ao novo coronavírus

Foto: Equador/Flickr

O papa Francisco criou um fundo de emergência para ajudar as áreas afetadas pelo coronavírus nos países em desenvolvimento, informou ontem o Vaticano

De acordo com o comunicado, o papa designou US$ 750 mil em fundos como contribuição inicial. Ele pediu também às entidades e dioceses da Igreja que contribuam com o máximo possível.

Os recursos serão distribuídos por meio das Pontifícias Obras Missionárias, que apoiam o trabalho de mais de 1.100 dioceses, principalmente na África, Ásia-Oceania e parte da região amazônica.

No mês passado, Francisco doou 30 ventiladores a hospitais italianos nas áreas mais atingidas pela pandemia do novo coronavírus.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Já não era sem tempo da igreja chegar junto nesta situação difícil que o mundo atravessa, mas achei a quantia um tanto quanto modesta pois sabemos que o fundo da santa sé e bem profundo

  2. O Papa deveria ter vergonha de doar 750.000 euros, com o dinheiro que o vaticano tem em reservas poderia doar 750.000.000 euros que não ia nem fazer diferença. E, mais ainda porque no Brasil so vai enviar fundos para a região AMAZONICA, seria aos pobres mesmo ou para garantir os espiões abastecidos.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês