Pfizer promete vacina contra Ômicron até março

Farmacêutica deve solicitar à agência regulatória sanitária dos Estados Unidos a aprovação do uso emergencial
-Publicidade-
Presidente da Pfizer disse que a empresa desenvolve uma vacina adaptada contra a variante Ômicron do coronavírus
Presidente da Pfizer disse que a empresa desenvolve uma vacina adaptada contra a variante Ômicron do coronavírus | Foto: Reprodução/Mídias sociais

O presidente-executivo da Pfizer, Albert Bourla, afirmou na segunda-feira 10 que a farmacêutica trabalha no desenvolvimento de uma nova vacina contra a covid-19, desta vez capaz de deter ou minimizar os efeitos da variante Ômicron do coronavírus.

Segundo o chefe da companhia, o imunizante deve ser lançado até março.

“Não sei se vamos precisar, não sei se será usada nem como, mas estaremos prontos. A fábrica já começou a produzir”, disse Bourla, em entrevista à CNBC.

-Publicidade-

“Esperamos apresentar um produto que proteja mais contra infecções, porque a proteção contra hospitalizações e casos graves é bastante razoável com as vacinas atuais se você recebeu a terceira dose”, explicou.

De acordo com o presidente da Pfizer, “o cenário mais provável” é que seja necessária uma dose adaptada para combater novas cepas. “Estamos trabalhando em doses mais altas. Estamos trabalhando em horários diferentes. Estamos fazendo muitas coisas agora, enquanto falamos”, afirmou.

Segundo Bourla, a Pfizer deve solicitar à FDA (agência regulatória sanitária dos Estados Unidos) a aprovação do uso emergencial da vacina.

Ainda de acordo com o chefe da farmacêutica norte-americana, a tendência é que haja uma vacinação anual contra a covid-19 para a maioria das pessoas, enquanto os grupos de maior risco seriam elegíveis para receber aplicações de reforço.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. E lá vamos nós de novo! Nova cepa, novas va$inas. As BigPharmas estão rindo à toa, enchendo os bolsos e os tiranetes curtindo seus reinados de mandos e desmandos.

  2. O dia 9 de janeiro saiu um estudo (Pre print publicado no Wall Street Journal) feito pelo Premio Nobel Luc Montagner e o Prestigioso Jed Rubenfeld sobre as vacinas. O estudo diz que apos 30 dias não tem mais imunidade alguma, e apos 90 dias o sistema imune é neutro, ou seja o sistema imunológico esta totalmente estragado. Isso é como ter HIV. Por isso o súbito surto de gripe. Lembram a principal causa de morte dos doentes de AIDS? Era a gripe.
    Os governos não esta preocupado pelos seu bem estar.
    Siga se vacinando e pronto vai se juntar com o São Pedro no Céu para um exclusivo jantar.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.