Polônia e países bálticos vão reabrir as fronteiras entre si

A Polônia e os Países Bálticos — Estônia Letônia e Lituânia — decidiram reabrir as fronteiras entre si a partir da próxima semana
-Publicidade-
Bandeira polonesa | Foto: MAREK JACKOWSKI/ Pixabay
Bandeira polonesa | Foto: MAREK JACKOWSKI/ Pixabay | Polônia - Bálticos - reabrir - fronteiras

Acordo vai começar a valer a partir da próxima semana; Estônia, Letônia e Lituânia reabriram fronteiras em 15 de maio

Polônia - Bálticos - reabrir - fronteiras
Bandeira polonesa | Foto: MAREK JACKOWSKI/ Pixabay
-Publicidade-

A Polônia e os países bálticos — Estônia, Letônia e Lituânia — decidiram reabrir as fronteiras entre si a partir da próxima semana. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro da Lituânia após reunião com autoridades polonesas.

Os países bálticos já haviam aberto as fronteiras entres os três países em 15 de maio, criando o que foi chamado de “bolha de viagem” dentro da União Europeia, informa a agência de notícias Reuters.

Leia também: “Suíça vai reabrir a fronteira com os vizinhos no próximo dia 15”

“Decidimos que a movimentação entre os países bálticos e a Polônia vai voltar na próxima semana”, anunciou o primeiro-ministro da Lituânia, Saulius Skvernelis, que concluiu: “Ministros de todos os países concordaram em trabalhar com isso o mais rápido possível”.

Para viajantes de outros países, os quatro concordaram em exigir um isolamento de 14 dias dos turistas oriundos de outros países da União Europeia. Viajantes do Reino Unido ainda estão vetados.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. Menos estado = Mais Estado. Se esperarem os burocratas da quarta instância (parlamento de Bruxelas) se pronunciar as economias dos paises da CEE se degradarão mais ainda ! O mundo da pós pandemia indica para um mundo para Menos Estado, Menos Centralização, Menos poder Global.

  2. Nós decidimos: agora os politios vão correr, como sempre, para incentivar a iniciativa pricprivada pois ela e que soluciona os males mais devastadores talvez que o virus: fome e miseria. Se nao der incentivos , babau. O estado foi um verdadeiro fracasso na maioria dos paises no trato da pandemia

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site