Presidente da África do Sul é diagnosticado com covid-19

O político estava 'completamente vacinado', de acordo com a nota oficial
-Publicidade-
O presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa
O presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa | Foto: Reprodução

Cyril Ramaphosa, presidente da África do Sul, está com covid-19. Sua assessoria informou a contaminação pelo coronavírus em um comunicado oficial, no domingo 12.

O presidente da África do Sul “está recebendo tratamento para sintomas leves de covid-19 depois de testar positivo para infecção, informa a nota emitida ontem. Ele começou a se sentir mal depois de deixar o funeral “em homenagem ao ex-vice-presidente FW de Klerk” na Cidade do Cabo ontem.

De acordo com o documento, Ramaphosa está completamente vacinado e está em isolamento na Cidade do Cabo. “As pessoas que tiveram contato com o presidente hoje são aconselhadas a observar os sintomas ou a se submeterem a exames”, orienta.

-Publicidade-

O político delegou suas responsabilidades ao vice-presidente David Mabuza “para a próxima semana”. Ele segue “monitorado pelo Serviço de Saúde Militar da África do Sul da Força”.

A África do Sul passa por uma explosão de casos da doença. Exames feitos pelo Instituto Nacional de Doenças Transmissíveis do país revelaram que a variante Ômicron, descoberta naquela região, circula naquela nação pelo menos desde 8 de novembro.

Leia a íntegra da Nota

O presidente Ramaphosa testa positivo para covid-19

O presidente Cyril Ramaphosa está recebendo tratamento para sintomas leves de covid-19 depois de testar positivo para infecção viral hoje, domingo, 12 de dezembro de 2021.
 
O presidente começou a se sentir mal depois de deixar o serviço memorial do Estado em homenagem ao ex-vice-presidente FW de Klerk na Cidade do Cabo hoje mais cedo.
 
O presidente está de bom humor, mas está sendo monitorado pelo Serviço de Saúde Militar da África do Sul da Força de Defesa Nacional da África do Sul.
 
O Presidente, que está totalmente vacinado, encontra-se em isolamento na Cidade do Cabo e delegou todas as responsabilidades ao Vice-Presidente David Mabuza para a próxima semana.
 
Em sua recente visita a quatro estados da África Ocidental, o Presidente Ramaphosa e a delegação da África do Sul foram testados para COVID-19 em todos os países.
 
O Presidente e a delegação regressaram à África do Sul vindos da República do Senegal na quarta-feira, 8 de dezembro de 2021, depois de obterem resultados negativos nos testes. O presidente também testou negativo em seu retorno a Joanesburgo em 8 de dezembro.
 
Os procedimentos de hoje na Cidade do Cabo foram conduzidos em conformidade com os regulamentos de saúde relativos à higiene das mãos, uso de
máscaras faciais e distanciamento social.
 
O presidente Ramaphosa diz que sua própria infecção serve como um alerta para que todas as pessoas no país sejam vacinadas e permaneçam vigilantes contra a exposição.
 
A vacinação continua sendo a melhor proteção contra doenças graves e hospitalização.
 
As pessoas que tiveram contato com o presidente hoje são aconselhadas a observar os sintomas ou a se submeterem a exames.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.