Presidente da Argentina propõe mudar a capital do país

Cidade tem prefeito de oposição
-Publicidade-
Fernández garante que a mudança vai reduzir desigualdades
Fernández garante que a mudança vai reduzir desigualdades | Foto: Divulgação/Casa Rosada

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, propôs que Buenos Aires deixe de ser a capital do país. “Todos os dias penso se a capital da Argentina não deveria estar em um lugar diferente de Buenos Aires”, disse, na terça-feira 14.

Fernández afirmou que a mudança reduzirá desigualdades. “Não seria a hora de começarmos a aceitar esses desafios e a pensar em como fazer isso?”, interpelou, durante evento em Monteros, Província Tucumán.

Desde o início do mandato do peronista, seu gabinete realiza reuniões fora de Buenos Aires a fim de descentralizar a gestão de instituições e órgãos nacionais. “O federalismo é um apelo para o desenvolvimento integral”, observou.

-Publicidade-

“Não seria hora de pensar que a Secretaria de Mineração deveria estar em alguma Província mineradora e que a Secretaria de Pesca deveria estar em algum posto pesqueiro da Patagônia?”, perguntou Fernández.

Conforme o presidente da Argentina, o primeiro passo é convencer a população sobre o tema. “Temos de conseguir colocar na cabeça do povo que podemos fazer uma Argentina mais justa, com mais equilíbrio, mais equitativa.”

Desde 2007, a prefeitura de Buenos Aires é controlada pela direita argentina.

Leia também: “Argentina: o eterno flerte com o suicídio”, reportagem publicada na Edição 68 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.