Quem é Caitlyn Jenner, a mulher trans odiada pelo movimento LGBT

Ana Paula Henkel apresenta, em artigo publicado na Edição 59 da Revista Oeste, a biografia da republicana que assombra militantes
-Publicidade-
Caitlyn Jenner era Bruce Jenner até 2015
Caitlyn Jenner era Bruce Jenner até 2015 | Foto: Reprodução/Flickr

Em artigo publicado na Edição 59 da Revista Oeste, a colunista Ana Paula Henkel apresenta Caitlyn Jenner, a mulher trans que virou alvo de militantes de esquerda nos Estados Unidos.

Leia um trecho

“Bruce Jenner começou sua carreira atlética na Newton High School, em Connecticut, onde praticou futebol americano, basquete e atletismo. De forma independente, começou a praticar esqui aquático. Tornou-se campeão da Costa Leste em 1966. Depois, novamente em 1969 e 1971. Jenner ingressou no Graceland College (Lamoni, Iowa), em 1969, com uma bolsa de estudos em razão de seu desempenho no futebol. Porém, uma lesão no joelho o restringiu ao basquete e ao atletismo. Ele se destacou no atletismo e, aos 22 anos, conquistou um lugar na equipe norte-americana de decatlo para os Jogos Olímpicos de 1972, em Munique, na Alemanha. Ficou em décimo lugar. Mais tarde, em entrevistas, confessou que a recordação de ver o vencedor no pódio foi marcante. No avião, de volta para casa, jurou voltar para conquistar a medalha de ouro. Aquela sensação o consumiu por mais quatro anos.

-Publicidade-

[…]

A nova geração de norte-americanos conhece Jenner em razão de sua presença no império dos reality shows. Graças ao casamento, em 1991, com Kris Jenner, a mãe de Kim Kardashian, e de suas irmãs Khloé e Kourtney, Bruce era o patriarca mais famoso do showbiz. Depois de alguns anos exibindo visível transformação física em frente às câmeras, Bruce Jenner anunciou, em abril de 2015, que se identificava como mulher e, dois meses depois, revelou que queria ser chamada de Caitlyn Jenner.”

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 59 da Revista Oeste vai além da coluna de Ana Paula Henkel sobre a intolerância do movimento LGBT com Caitlyn Jenner. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de J. R. Guzzo, Augusto Nunes, Silvio Navarro, Rodrigo Constantino, Evaristo de Miranda, Branca Nunes, Guilherme Fiuza, Dagomir Marquezi, Theodore Dalrymple e Joanna Williams.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.