Segunda onda do coronavírus preocupa os Bálcãs

Após ter passado praticamente ilesa da pandemia do coronavírus, os países dos Bálcãs, no sudeste da Europa, estão com uma segunda onda do coronavírus
-Publicidade-
Bandeira da Romênia | Foto: Mircea Iancu/Pixabay
Bandeira da Romênia | Foto: Mircea Iancu/Pixabay | Bálcãs coronavírus

Países do Bálcãs, como a Romênia e a Bulgária, estão sofrendo com uma segunda onda de contaminação pelo coronavírus

Bálcãs coronavírus
Bandeira da Romênia | Foto: Mircea Iancu/Pixabay

Após ter passado praticamente ilesa da pandemia do coronavírus, os países da região do Bálcãs, no sudeste da Europa, estão enfrentando uma segunda onda do coronavírus.

-Publicidade-

Esta é uma das regiões mais instáveis da Europa. Nos anos 90, a dissolução da Iugoslávia causou graves conflitos étnicos e uma crise humanitária na região.

Veja também: “Vida vai voltando ao normal na Espanha”

Países da região, como a Romênia, Bulgária e Moldávia estão vendo um aumento do números do coronavírus, informa a agência de notícias EFE. O temor é que isso cause uma grave crise social e sanitária.

Como reação, o governo da Áustria anunciou que vai reforçar o controle para a entrada de moradores dos países do Bálcãs. A Eslovênia, Eslováquia e a Hungria decidiram reforçar as suas fronteiras com países da península Balcânica.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.