Talibã chega a Cabul e quer rendição do governo

Grupo terrorista cercou a capital do Afeganistão neste domingo
-Publicidade-
Imagem do Talibã em Jalalabad, quinta maior cidade do Afeganistão  | Foto: Reprodução/AFP
Imagem do Talibã em Jalalabad, quinta maior cidade do Afeganistão | Foto: Reprodução/AFP

O Talibã chegou aos arredores de Cabul, capital do Afeganistão, neste domingo, 15. A informação foi confirmada pelo Ministério do Interior do país. O grupo terrorista quer uma rendição do governo de Asharaf Ghani.

“A tragédia do Afeganistão envergonha o Ocidente”, artigo publicado na Edição 73 da Revista Oeste, publicada sexta-feira 13.

O ministro do Interior, Abdul Sattar Mirzakwal, gravou um vídeo garantindo que “os afegãos não precisam se preocupar, não haverá ataque, haverá uma transferência pacífica de poder para um governo de transição”.

-Publicidade-

Já o gabinete da presidência disse que disparos foram ouvidos em algumas partes da capital, mas que a situação estava “sob controle das forças de segurança”.

Leia mais: “Avanço do Talibã provoca migração em massa de afegãos”

Mesmo sem o reconhecimento oficial, o grupo terrorista islâmico está anunciando medidas de governo, como respeito à imprensa e autorização para que mulheres possam deixar suas casas sozinhas.

EUA e Reino Unido

Os militares dos Estados Unidos enviados pelo presidente Joe Biden começaram a retirar, neste domingo, os diplomatas norte-americanos que trabalharam na Embaixada em Cabul. E o Reino Unido ordenou a saída imediata de cidadãos britânicos das cidades afegãs.

Leia também: “’Credibilidade de Joe Biden foi retalhada no Afeganistão’”

A ofensiva do Talibã acontece 20 anos depois do grupo terrorista ter sido expulso da capital afegã pelos EUA. A invasão norte-americana foi realizada após os ataques de 11 de setembro de 2001.

 

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

    1. Exatamente, 20 anos de guerra, milhares de mortos, e tudo volta como antes. Talibã prestes a tomar o poder.
      É bem difícil explicar para a uma mãe que perdeu seu filho e outros seus entes queridos.
      A estupidez humana.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro