Telescópio James Webb identifica galáxia primitiva

Ela teria surgido 450 milhões de anos depois do Big Bang

-Publicidade-
Duas das galáxias mais distantes detectadas pelo James Webb
Duas das galáxias mais distantes detectadas pelo James Webb | Foto: Reprodução/Space Telescope Science Institute

Uma equipe de cientistas, liderada por Rohan Naidu, do Centro Smithsonian de Astrofísica em Harvard, nos Estados Unidos, utilizou-se do telescópio James Webb para anunciar a descoberta de uma galáxia primitiva, formada 450 milhões de anos depois do Big Bang. O estudo foi publicado na quinta-feira 17, no Astrophysical Journal Letters.

“Embora alguns pesquisadores relatem ter descoberto galáxias ainda mais próximas da criação do universo, há 13,8 bilhões de anos, essa recente descoberta ainda precisa ser verificada”, relataram os cientistas, em coletiva de imprensa na Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa).

Garth Illingworth, da Universidade da Califórnia, disse que a ciência passa por momentos dinâmicos. “Houve muitos anúncios preliminares de galáxias ainda mais antigas, e ainda estamos tentando perceber quais delas são reais”, explicou o pesquisador.

-Publicidade-

Por ser um telescópio com recursos modernos, o James Webb consegue captar imagens mais nítidas das galáxias. “Elas estavam lá esperando por nós”, afirmou Jane Rigby, da Nasa. “Portanto, é uma surpresa feliz que haja muitas dessas galáxias para estudar.”

Tommaso Treu, cientista-chefe do programa científico do James Webb, explica que as evidências apresentadas até agora são as mais sólidas possíveis para atestar a existência da galáxia primitiva.

Se as descobertas forem verificadas e mais galáxias primitivas existirem, os pesquisadores avaliam que o James Webb terá sucesso em expandir o campo de estudos para além da fronteira cósmica do Big Bang.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Interessante. Entretanto, a conclusão sobre o tempo de origem da galáxia está errado. A análise da luz emitida por esta galáxia, revela que ela é jovem, tendo poucos milhares de anos. É uma falácia dizer que tem bilhões de anos, não há base científica para afirmar isso.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.