-Publicidade-

Bolsonaro: Forças Armadas decidem se povo vai viver em democracia ou ditadura

Presidente também disse que as Forças Armadas foram sucateadas ao longo dos últimos governos

Presidente também disse que as Forças Armadas foram sucateadas ao longo dos últimos governos

Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro | Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira, 18, que as Forças Armadas são as responsáveis por decidir se há democracia ou ditadura em um país.

Ele criticou o sucateamento das instituições militares e disse que no Brasil “temos liberdade ainda”, mas “tudo pode mudar” se homens e mulheres que compõem as Forças Armadas não forem reconhecidos.

Leia mais: “O partido contra o Brasil”, na edição desta semana da Revista Oeste

“Por que sucatearam as Forças Armadas ao longo de 20 anos? Porque nós, militares, somos o último obstáculo para o socialismo. Quem decide se um povo vai viver na democracia ou na ditadura são as suas Forças Armadas”, disse Bolsonaro a apoiadores.

Venezuela

Bolsonaro fez críticas ao ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, ironizando o fato de o país vizinho ter se disponibilizado a enviar oxigênio para Manaus.

“Se o Maduro quiser fornecer oxigênio para nós, vamos receber, sem problema nenhum. Agora, ele poderia dar o auxílio emergencial para o seu povo também, né? O salário mínimo lá não compra nem um quilo de arroz. Não tem mais cachorro lá, por que será? Uma peste? Comeram os cachorros todos, comeram os gatos todos”, declarou.

Ele lembrou que a White Martins, a maior fornecedora do insumo no Amazonas, é uma empresa multinacional que também atua na Venezuela. O presidente ainda ironizou Maduro.

“Vêm uns idiotas, eu vejo aí, elogiando: ‘Ah, olha o Maduro, coração grande ele tem’. Realmente, um cara daquele tamanho, né, 200 quilos, 2 metros de altura, o coração dele deve ser muito grande, nada além disso”, complementou.

As declarações foram dadas pelo presidente a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês