-Publicidade-

MPF denuncia operador financeiro de Cabral por sonegar mais de R$ 5 mi

Ary Ferreira da Costa Filho teria omitido da Receita Federal a aquisição de cinco apartamentos
Ao todo, o ex-governador Sérgio Cabral foi condenado a 332 anos de prisão
Ao todo, o ex-governador Sérgio Cabral foi condenado a 332 anos de prisão | Foto: Reprodução/Twitter

Apontado como um dos principais operadores financeiros do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, condenado a 332 anos de prisão, o ex-assessor Ary Ferreira da Costa Filho foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por sonegação fiscal. De acordo com a denúncia, Ary omitiu da Receita Federal a aquisição de cinco apartamentos, entre eles um em Búzios, na Região dos Lagos, e quatro na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, além de uma sala no bairro. Ele também teria escondido rendimentos provenientes de investimentos. Somados, os valores chegam a R$ 5,2 milhões referentes ao ano de 2011.

Segundo a Delegacia da Receita Federal, só um apartamento de Ary na Barra da Tijuca foi avaliado em R$ 2,3 milhões. Ele é considerado pelos procuradores da força-tarefa como “um dos operadores financeiros mais importantes” da organização chefiada por Sérgio Cabral. Em um dos trechos da denúncia, o MPF explica que os trabalhos de auditoria do órgão indicaram a ocultação de patrimônio realizada por Ary, “tendo em vista a sua evolução patrimonial desproporcional ao informado em suas declarações de Imposto de Renda”. Fernanda Pereira, advogada do acusado, informou que só vai se manifestar depois que tiver acesso à denúncia.

Leia também: “Júlio Lopes teria usado o próprio cargo para receber vantagens financeiras ilícitas da Odebrecht”

Com informações do Metrópoles

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês