-Publicidade-

Reino Unido proíbe viajantes do Brasil após nova variante

Não há evidências de que a variante encontrada no Amazonas seja mais infecciosa

Não há evidências de que a variante encontrada no Amazonas seja mais infecciosa

Grant Shapps
Secretário dos Transportes Reino Unido, Grant Shapps | Foto: Pippa Fowles/No 10 Downing Street

O secretário dos Transportes Reino Unido, Grant Shapps, anunciou a decisão de proibir, a partir desta sexta-feira, 15, o ingresso de cidadãos brasileiros “após a evidência de uma nova variante da covid-19 no Brasil”.

Na terça-feira 12, a Fiocruz Amazônia divulgou que uma nova variante do coronavírus foi encontrada no Amazonas. Trata-se da mesma identificada no Japão, mas que apresenta uma série de mutações vistas pela primeira vez.

Leia mais: “Economia alemã recuou 5% em 2020”

Não há evidências de que a variante encontrada no Brasil seja mais infecciosa.

Pelas redes sociais, Grant Shapps também anunciou o bloqueio de chegadas da Argentina, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela.

As viagens de Portugal para o Reino Unido também serão restritas “devido às suas fortes ligações com o Brasil”. A medida não vale para cidadãos britânicos.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês