-Publicidade-

Ministro russo rebate críticas à vacina: ‘competição’

Ministro russo rebate críticas à vacina: 'competição'
Ministro da Saúde da Rússia, Mikhail Murashko | Foto: Governo da Rússia
Ministro da Saúde da Rússia, Mikhail Murashko | Foto: Governo da Rússia

Mikhail Murashko saiu em defesa da vacina e disse que o primeiro lote sai em duas semanas

Rússia
Ministro da Saúde da Rússia, Mikhail Murashko | Foto: Governo da Rússia

O ministro da Saúde da Rússia, Mikhail Murashko, defendeu nesta quarta-feira, 12, a vacina contra a covid-19 desenvolvida pelo país.

Ele garantiu que os primeiros lotes serão aplicados daqui há duas semanas em médicos voluntários.

LEIA MAIS: Paraná faz acordo com a Rússia para produzir vacina contra a covid-19

Murashko disse que as críticas à vacina batizada de Sputnik V, que foi registrada na terça-feira, 11, se deve a “competição” de países e indústrias farmacêuticas concorrentes.

“Parece que nossos colegas estrangeiros estão vendo as vantagens competitivas específicas do medicamento russo e estão tentando expressar opiniões que, em nossa visão, são completamente sem fundamento”, argumentou o ministro da Saúde.

Ele também disse que outros países estão adotando programas acelerados de desenvolvimento de vacinas contra a covid-19.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Afinal de contas, a vacina russa foi testada em massa? Fico pensando se esse protagonismo russo não está relacionado ao vírus chinês e se tudo não passa de uma armação geopolítica e econômica sobretudo!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês