Após alta no desmatamento, governo troca comando do Inpe

Após alta no desmatamento, governo troca comando do Inpe
-Publicidade-
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil | Inpe

Demissão de Lubia Vinhas ocorre após o Inpe emitir alerta em relação ao recorde no desmatamento da Amazônia no mês de junho

Inpe
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O governo federal demitiu nesta segunda-feira, 13, a coordenadora-geral de Observação da Terra do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Lubia Vinhas. A demissão ocorre após um alerta emitido pelo instituto em relação ao recorde no desmatamento da Amazônia no mês de junho.

-Publicidade-

De acordo com Inpe,  foram 1.034,4 km² desmatados só no mês passado. Trata-se do maior valor mensal de toda a série histórica, iniciada em 2015.

Leia mais: “Governo prorroga presença das Forças Armadas na Amazônia”

Os dados servem de indicação às equipes de fiscalização sobre onde pode estar havendo crime ambiental. Entretanto, os números não representam a taxa oficial de desmatamento, que é medida por outro sistema, divulgado uma vez ao ano.

Em agosto do ano passado, em meio à escalada nos focos de incêndio na Amazônia, o governo exonerou o então diretor do Inpe, Ricardo Galvão. Na época, o presidente Jair Bolsonaro havia criticado os dados do instituto e disse que o Osório devia estar a “serviço de alguma ONG”.

Veja também: “Tereza Cristina: ‘PL da regularização fundiária vai preservar a Amazônia’”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. O governo Bolsonaro vem desmontando as instituições ambientais e o desmatamento aumentou. A Revista Oeste, escancaradamente pró Bolsonaro, noticia como se o governo estivesse agindo corretivamente ao exonerar a Coordenadora responsável pelos dados do desmatamento. Isso é uma Vergonha (governo Bolsonaro).

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.