Após decisão do STF, Bolsonaro torna sem efeito nomeação de Alexandre Ramagem

O delegado havia sido nomeado para ser o diretor-geral da Polícia Federal.
-Publicidade-
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O delegado havia sido nomeado para ser o diretor-geral da Polícia Federal

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
-Publicidade-

Em edição extra do Diário Oficial da União desta quarta-feira, 29, o presidente Jair Bolsonaro tornou sem efeito a a nomeação de Alexandre Ramagem para diretor-geral da Polícia Federal.

O presidente também revogou a exoneração de Ramagem do cargo de diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência. Portanto, por ora, ele segue à frente da Abin.

Mais cedo, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu a nomeação de Alexandre Ramagem para substituir Maurício Valeixo, que foi exonerado na semana passada.

Na decisão, Moraes alegou que houve quebra do princípio da impessoalidade na indicação do novo delegado-geral da PF. Ele atendeu a uma ação impetrada pelo PDT de Ciro Gomes.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.