Aras pede que STF recuse denúncia contra Aécio por corrupção

Em 2020, a Procuradoria-Geral da República havia acusado o tucano de receber R$ 65 milhões em propinas de construtoras
-Publicidade-
Acusação ligava Aécio a construtoras Odebrecht e Andrade Gutierrez
Acusação ligava Aécio a construtoras Odebrecht e Andrade Gutierrez | Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou na segunda-feira, 8, uma manifestação para que o Supremo Tribunal Federal (STF) recuse uma denúncia de corrupção oferecida pela própria Procuradoria-Geral da República (PGR) em 2020 contra o deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG).

Na oportunidade, Aécio foi acusado de corrupção passiva, corrupção ativa e lavagem de dinheiro, a partir de delações e depoimentos da extinta Operação Lava Jato.

A denúncia apresentada em maio de 2020, quando Augusto Aras já estava no comando da PGR, acusou Aécio de receber R$ 30 milhões do Grupo Odebrecht e R$ 35 milhões da construtora Andrade Gutierrez em troca de uma suposta atuação favorável aos interesses das empreiteiras no período em que foi senador e governador de Minas Gerais.

-Publicidade-

Agora, no pedido de revisão ao STF, Aras argumenta que Aécio e outros quatro acusados do caso não podem mais responder aos delitos, devido a uma mudança na Lei Anticrime, que “introduziu a impossibilidade de que seja recebida a denúncia, ou a queixa-crime, com base exclusivamente nas declarações do colaborador”.

O inquérito havia sido baseado nas delações de Marcelo Odebrecht, entre outros executivos ligados às duas construtoras.

É a segunda vez que a PGR recua de uma denúncia na gestão de Augusto Aras. Em 2021, a PGR havia solicitado que o STF rejeitasse uma outra acusação da Lava Jato, em pedido que acabou acatado. O caso em questão envolvia o atual presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), em investigação sobre corrupção no episódio conhecido como “quadrilhão do PP”.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

15 comentários Ver comentários

  1. O PGR dá uma martelada no cravo e outra na ferradura! Pior, algumas no dedão e outras na constituição… O Aécio é tão bandido quanto o Lula…

  2. É óbvio que é corrupto, espero que o povo mineiro faça justiça e deixe esse sujeito sem mandato nem pra síndico de prédio… Quem votar nesse ladrão é porque se identifica com bandido…

  3. APENAS A DELAÇÃO, SEM A DEVIDA APRESENTAÇÃO DAS RESPECTIVAS PROVAS, NÃO PODE MESMO TER ACOLHIDA. SE ISSO FOSSE POSSÍVEL, SERIA FÁCIL ASSUMIR UM “RISCO CALCULADO” DE ACUSAR SEM QUALQUER PROVA.

  4. Deixa eu entender. O dono da empresa disse que deu o dinheiro para Aécio (confessou), mas não vale. E dizem que a escravidão terminou. Continuamos escravizados pelo Legislativo e STF. O povo, por necessidade, trabalha para seu sustento e nas costas carrega essa corja de mamadores que fingem ser o que não são! Só não nos batem com o chicote, ainda!

    1. Precisamos de um governo forte comandado por um déspota esclarecido para acabar com a proteção concedida pelo sistema aos grandes ladroes. Nunca haverá mudanças para melhor dentro das regras atuais, concebidas para manter tudo como está.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.