Augusto Heleno indica 02 da Abin para assumir o comando da autarquia

Ministro-chefe do GSI opta por solução caseira no comando da Agência Brasileira de Inteligência
-Publicidade-

Ministro-chefe do GSI opta por solução caseira no comando da Agência Brasileira de Inteligência

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
-Publicidade-

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) não vai ficar muito tempo sem diretor. O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência, Augusto Heleno, indicou ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) o nome de Frank Márcio de Oliveira para assumir o comando.

A recomendação tem tudo para emplacar. Oliveira é o atual diretor-adjunto, ou seja, o “02” da Abin. Logo, um sucessor técnico e com amplo domínio do funcionamento da agência. “Tenho convicção de que a Agência seguirá em boas mãos”, declarou Heleno, no Twitter.

O ministro agradeceu ao agora diretor-geral da Polícia Federal (PF), Alexandre Ramagem, pelos serviços prestados. Bolsonaro o exonerou do comando da Abin e o nomeou para suceder ao delegado Maurício Valeixo na corporação.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site