Bolsonaro comparece a primeiro compromisso público depois das eleições

Presidente esteve presente numa cerimônia da Academia Militar das Agulhas Negras
-Publicidade-
Na cerimônia da Aman, Bolsonaro foi aplaudido ao som de 'mito' que saía da bocas dos familiares dos cadetes
Na cerimônia da Aman, Bolsonaro foi aplaudido ao som de 'mito' que saía da bocas dos familiares dos cadetes | Foto: Reprodução/YouTube

O presidente Jair Bolsonaro (PL) compareceu a seu primeiro compromisso público depois do segundo turno eleitoral. Neste sábado, 26, o chefe do Executivo esteve presente em uma cerimônia da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), na região Sul do Rio de Janeiro.

Trata-se de uma das primeiras aparições de Bolsonaro depois de três semanas em que esteve distante dos holofotes no Palácio da Alvorada.

Acompanhado pelo senador eleito e vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos-RS), Bolsonaro ficou em silêncio durante toda a cerimônia. Desde que perdeu as eleições para Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o chefe do Executivo não tinha compromissos públicos.

-Publicidade-

Durante esse período, o presidente esteve apenas duas vezes no Palácio do Planalto, em 3 de novembro, quando cumprimentou o vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB), e na quarta-feira 23.

Desde 8 de novembro, o chefe do Executivo não publica nada em suas redes sociais, que costumavam ser bem movimentadas. Até mesmo as tradicionais lives do presidente, feitas às quintas-feiras, foram suspensas.

Na cerimônia da Aman, Bolsonaro foi aplaudido ao som de “mito” que saía da bocas dos familiares dos cadetes. Ao todo, pouco mais de 390 rapazes receberam a espada e concluíram a formação.

O presidente entrou no evento acompanhado das autoridades militares, entregou uma honraria ao cadete com melhor desempenho na formação e deixou a cerimônia.

Além de Mourão, acompanharam Bolsonaro ministros como Paulo Sérgio Nogueira, da Defesa; o chefe da Segurança Institucional, Augusto Heleno, ministros do Supremo Tribunal Militar e deputados aliados, como Hélio Lopes (PL-RJ) e Major Vitor Hugo (PL-RJ), assim como o Comandante do Exército, Marco Antônio Freire Gomes, que fez um breve discurso e agradeceu a presença do presidente na cerimônia.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários Ver comentários

  1. *SETE PERGUNTAS QUE O PRESIDENTE DEVERIA RESPONDER ATÉ 19/12/2022 (Data de Diplomação do Lula)*

    1 – Bolsonaro, você está com medo?

    2 – Bolsonaro, você descarta a realização de novas eleições mediante a utilização de cédulas de papel, sem censura, conduzido por ministros do STM no STF/TSE e sem transporte gratuito de eleitores?

    3 – Bolsonaro, a par de todas as atrocidades ocorridas até aqui, você vai acionar, ou não, o art. 142 da Constituição Federal?

    4 – Bolsonaro, você tem consciência que ficará inelegível para 2026 ou que poderá ser, inclusive, preso?

    5 – Bolsonaro, você sabia que a cada dia que se passa, sem a adoção das medidas concretas para resolver a grave crise no Brasil, a solução fica mais distante?

    6 – Bolsonaro, você pensa em pedir exílio político em algum outro país?

    7 – Afinal de contas, Bolsonaro, você tem alguma noção de que dezenas de milhões de eleitores só estão aguardando um posicionamento seu para ir, em massa, para as ruas, em favor da realização de novas eleições?

    No aguardo, Bolsonaro!

  2. Bolsonaro, eles não vão deixar de se vingar de você e de muitas outras pessoas, inclusive seus filhos, principalmente. Vão processá-lo, condená-lo, preso e inelegível! Pode ter certeza disso! Só não fizeram isso porque você é presidente e chefe das FFAA.

  3. O Bolsona agora, deu para se proceder de forma enigmática.depois de um tempo de refúgio palaciano e. tal como a esfinge de Tebas (Egito) : “Decifra-me ou te devoro”, deu para mostrar um vídeo cheio de mensagens subliminares. É… vamos aguardar para decifrar esse enigma, antes que sejamos devorados.

  4. Senhor Presidente: valeu a pena jogar dentro das quatro linhas da constituição? Os canalhas (STF, POLÍTICOS, PSEUDO INTELECTUAIS E SUB-CELEBRIDADES) interpretaram como fraqueza. Chegou a hora de mostrar quem detêm o poder. Por muito menos, em l964, nós, o povo assumimos o controle da situação, dando ao país um longo período de soberania e progresso. Certamente as Forças Armadas darão o apoio necessário. Coragem Presidente.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.