Bolsonaro deve escolher novo partido em breve

Deputados bolsonaristas do PSL devem acompanhar o presidente na nova sigla
-Publicidade-
O presidente da República, Jair Bolsonaro
O presidente da República, Jair Bolsonaro | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os dias do presidente da República sem filiação partidária estão contados. Como a criação do Aliança pelo Brasil não avançou, o presidente Jair Bolsonaro deve se filiar a um partido já existente para disputar a eleição presidencial de 2022. Nem PTB, nem Patriota, nem PP. As negociações giram em torno de uma pequena legenda, de pouca expressividade no cenário político nacional, segundo fonte ouvida por Oeste. Se o casamento entre Bolsonaro e a sigla se confirmar, a legenda deve receber nova roupagem: vai trocar de nome, de número e, claro, vai contar com Bolsonaro na liderança do partido. Também em jogo nessa negociação, o futuro dos deputados bolsonaristas do PSL, que deverão acompanhar o presidente na nova sigla.  

Leia também: “Presidente do Senado descarta CPI da covid”

-Publicidade-

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.