Cármen Lúcia afirma que ‘Forças Armadas não são um Poder’

A juíza do Supremo Tribunal Federal disse que a Corte garante a democracia no Brasil
-Publicidade-
A ministra chegou ao STF por indicação do ex-presidente Lula
A ministra chegou ao STF por indicação do ex-presidente Lula | Foto: Nelson Jr./SCO/STF

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia disse nesta terça-feira, 17, que as Forças Armadas não são o Poder moderador da sociedade. “Não existe quarto Poder. A Constituição exige moderação de todos nós, os agentes públicos”, declarou, em entrevista ao jornal O Globo, ao mencionar a existência de apenas três Poderes: o Executivo, o Legislativo e o Judiciário.

“As Forças Armadas e o Exército de Caxias estão no Artigo 142 como instituições para a garantia da ordem pública e podem agir por iniciativa de qualquer dos Poderes”, observou. “A autoridade suprema é o presidente da República, mas no mesmo artigo que fala na garantia da lei e da ordem estabelece que é por iniciativa de qualquer um dos Poderes.”

Segundo a juíza do STF, “é difícil dialogar com quem quer suprimir a democracia”. “Hoje, há uma coesão no Supremo para que a gente garanta a democracia”, disse Cármen Lúcia. A magistrada afirmou ainda que o STF guarda a Carta Magna. “Há juízes que fazem valer a Constituição no Brasil, quando alguém queira colocar em risco a soberania constitucional.”

-Publicidade-

Conforme noticiou a Revista Oeste, a Corte vem abrindo inquéritos contra aliados do presidente Jair Bolsonaro. Em fevereiro deste ano, o ministro Alexandre de Moraes mandou prender o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) por críticas ao STF. Na semana passada, o mesmo juiz mandou para a cadeia o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson.

Leia também: “A última entrevista de Roberto Jefferson”, publicada na Edição 73 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro