CPMI das ‘fake news’ pede dados de contas banidas do Facebook

Senador Ângelo Coronel afirma que a derrubada das páginas de direita "demonstra que temos atuado no caminho certo no combate à desinformação"
-Publicidade-
O presidente da CPMI das fake news, senador Ângelo Coronel (PSD-BA) | Foto: WALDEMIR BARRETO/AGÊNCIA SENADO
O presidente da CPMI das fake news, senador Ângelo Coronel (PSD-BA) | Foto: WALDEMIR BARRETO/AGÊNCIA SENADO | O presidente da CPMI das fake news, senador Ângelo Coronel (PSD-BA) | Foto: WALDEMIR BARRETO/AGÊNCIA SENADO

Senador Ângelo Coronel afirma que a derrubada das páginas de direita “demonstra que temos atuado no caminho certo no combate à desinformação”

cpmi das fake news
O presidente da CPMI das fake news, senador Ângelo Coronel (PSD-BA) | Foto: WALDEMIR BARRETO/AGÊNCIA SENADO

O presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das fake news, senador Ângelo Coronel (PSD-BA), solicitou hoje que o Facebook compartilhe informações sobre as 88 contas de direita apagadas pela rede social. Segundo a empresa de mídia, esses perfis divulgavam notícias falsas. Além disso, as páginas estariam ligadas à família do presidente Jair Bolsonaro. Conforme noticiou Oeste, internautas chamaram a ação de censura.

-Publicidade-

Leia também: Facebook derruba páginas de direita

De acordo com o pedido enviado pelo parlamentar, o senador quer registros referentes à criação desses perfis e informações sobre a conexão das contas banidas. Em suma, Coronel quer municiar o relatório final da CPMI. “A remoção de contas por comportamento inautêntico nas plataformas
do Facebook e Instagram demonstra que temos atuado no caminho certo no combate à desinformação”, escreveu o senador no documento.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro