Cunha é condenado novamente por corrupção e lavagem de dinheiro

Ex-presidente da Câmara também perdeu aposentadoria como deputado estadual no Rio após investigação patrimonial.
-Publicidade-
Eduardo Cunha perdeu a aposentadoria de deputado estadual e foi condenado a mais 16 anos de prisão | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Eduardo Cunha perdeu a aposentadoria de deputado estadual e foi condenado a mais 16 anos de prisão | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil | eduardo cunha, condenação, justiça federal, aposentadoria, alerj, corrupção, lavagem de dinheiro, petrobras

Ex-presidente da Câmara também perdeu aposentadoria como deputado estadual no Rio após investigação patrimonial

eduardo cunha, condenação, justiça federal, aposentadoria, alerj, corrupção, lavagem de dinheiro, petrobras
Eduardo Cunha perdeu a aposentadoria de deputado estadual e foi condenado a mais 16 anos de prisão | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
-Publicidade-

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro cancelou a aposentadoria de deputado estadual do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ).

Uma investigação patrimonial mostrou evolução de bens muito maior do que o possível com os vencimentos de um deputado estadual durante o período em que ele atuou na Assembleia Legislativa fluminense (Alerj), nos anos de 2001 e 2002.

Nessa quarta-feira, 9, o ex-deputado federal também foi condenado pela 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba a 16 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em casos de pagamentos indevidos de navios-sondas da Petrobras 10.000 e Vitoria 10.000, de 2011.

Três carros da empresa Jesus.com, de propriedade de Cunha, também foram confiscados e o valor será convertido em benefício da Petrobras.

A defesa do ex-deputado afirma que vai recorrer.

Eduardo Cunha está preso desde 2016. Em 2017, foi condenado pelo então juiz federal Sergio Moro por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Atualmente, está cumprindo pena em prisão domiciliar por ser parte do grupo de risco para o coronavírus.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site