Deputada aciona o Itamaraty para questionar origem da covid-19 no Brasil

Diante de prejuízos para a economia, deputada Alê Silva quer saber se o Itamaraty está adotando medidas para identificar entrada do coronavírus no País
-Publicidade-
O uso de materiais de proteção individual como máscaras e luvas estão sendo adotados pela população para proteção contra a transmissão da codi-19 (Coronavirus).Foto: Itawi Albuquerque/AGIF 20/03/2020 - Foto: ITAWI ALBUQUERQUE/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO
O uso de materiais de proteção individual como máscaras e luvas estão sendo adotados pela população para proteção contra a transmissão da codi-19 (Coronavirus).Foto: Itawi Albuquerque/AGIF 20/03/2020 - Foto: ITAWI ALBUQUERQUE/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Diante dos prejuízos, a deputada Alê Silva quer saber se o Itamaraty está adotando medidas para identificar entrada do coronavírus no país

A deputada Alê Silva (PSL-MG) ingressou, nesta terça-feira, 24, com um requerimento de informação no Ministério das Relações Exteriores para saber que medidas o Itamaraty tem adotado visando a identificar quando e como o coronavírus chegou ao Brasil.

-Publicidade-

No documento, a parlamentar afirma que é importante saber quem foram os responsáveis pela transmissão da covid-19. “Não se quer dar início a qualquer crise diplomática. Porém, medidas devem ser tomadas e, no caso, de ordem externa e interna a fim de que não só os prejuízos sejam ressarcidos, mas também o(s) responsável(is) seja(m) coibido(s) a não mais cometer(em) o mesmo ato danoso novamente”, descreve a deputada no requerimento.

Ainda segundo a parlamentar, ela está atendendo a vários pedidos de grupos da sociedade civil organizada. “Queremos ter uma resposta oficial sobre o tema. Temos diversos grupos da sociedade civil organizada, órgãos independentes, que pretendem recorrer dos prejuízos que estão sofrendo. Logo, se de fato houver um responsável, que se chegue até ele para a propositura das respectivas demandas ”, disse ela a Oeste.

Leia abaixo o requerimento na íntegra

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site